Previous

    Next

    Ajudar a agricultura a se transformar em uma indústria agrícola fascinante. Esta é a visão da Yanmar!
    Aproveite as vantagens do programa Trator Solidário e leve tecnologia e força para sua propriedade.

    Modelo disponível pra o Programa Trator Solidário

    Solis 75

    Potência 75 cv
    Câmbio lateral 12x12 com reversor
    Peso 3,310 kg
    Pneu 12.4 x 24 (dianteiro) e 18.4 x 30 (traseiro)
    Hidráulico com 2 válvulas de controle remoto (VCR)

    BENEFÍCIOS DO PROGRAMA

    • Preço competitivo
    • Financiamento em até 10 anos
    • Até 3 anos de carência
    • Juros de 5,6% a.a.

    Sobre o Programa

    Através da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Estado do Paraná, a SEAB, o Governo do Estado do Paraná possui um programa para comercialização de Tratores, Pulverizadores Agrícolas e Colhedeiras para agricultores familiares enquadrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – PRONAF.
    O programa beneficia o produtor rural e garante preços inferiores aos do mercado, com economia para o produtor de 15% a 20%. As máquinas podem ser adquiridas através de compra individual, mas pode ser efetuada uma compra coletiva, com financiamento em até 10 anos.

    Perfil

    • AGRICULTORES

      Produtor que realiza cultivo em pequenas propriedades rurais, tendo, como mão de obra, essencialmente, o núcleo familiar.

    • PESCADORES ARTESANAIS

      Pescadores artesanais que se dediquem à pesca artesanal, com fins comerciais, explorando a atividade como autônomos, com meios de produção próprios ou em regime de parceria com outros pescadores igualmente artesanais.

    • AQUICULTORES

      Produtores que se dedicam ao cultivo de organismos que têm na água seu habitat natural ou seu meio de vida mais frequente. Tamanho da área não superior a 2 hectares de lâmina d'água ou a exploração da atividade no conceito de tanque-rede, com uma área não superior a 500 m3 de água.

    • SILVICULTORES

      Silvicultores que cultivem florestas nativas ou exóticas e que promovam o manejo sustentável daqueles ambientes.

    • EXTRATIVISTAS

      Extrativistas que exerçam o extrativismo artesanalmente no meio rural, excluídos os garimpeiros e faiscadores.

    • COMUNIDADES TRADICIONAIS

      Membros integrantes de comunidades quilombolas rurais ou de povos indígenas ou membros dos demais povos e comunidades tradicionais.

    Requisitos

    • Explorar parcela de terra na condição de proprietário, posseiro, arrendatário, comodatário, parceiro ou concessionário do Programa Nacional de Reforma Agrária, ou permissionário de áreas públicas;
    • Residir na propriedade ou em local próximo;
    • Não dispor, a qualquer título, de área superior a quatro módulos fiscais, contíguos ou não, quantificados segundo a legislação em vigor (este item não se aplica quando se tratar de condomínio rural ou outras formas coletivas de propriedade, desde que a fração ideal por proprietário não ultrapasse os quatro módulos fiscais);
    • Obter, no mínimo, 50% da renda bruta familiar originada da exploração agropecuária e não agropecuária do estabelecimento;
    • Ter o trabalho familiar como predominante na exploração do estabelecimento, utilizando apenas eventualmente o trabalho assalariado, de acordo com as exigências sazonais da atividade agropecuária, podendo manter empregados permanentes em número menor ou igual ao número de pessoas da família ocupadas com o empreendimento familiar - exceto na Linha PRONAF Microcrédito (Grupo "B"), em que não se admite a manutenção de qualquer empregado assalariado, em caráter permanente;
    • Ter obtido renda bruta anual familiar de até R$ 360 mil nos últimos 12 meses de produção normal que antecedem a solicitação da DAP, considerando neste limite a soma de todo o Valor Bruto de Produção (VBP), 100% do valor da receita recebida de entidade integradora e das demais rendas provenientes de atividades desenvolvidas no estabelecimento e fora dele, recebidas por qualquer componente familiar, exceto os benefícios sociais e os proventos previdenciários decorrentes de atividades rurais.

    Documentos necessários

    DAP (Declaração de aptidão ao Pronaf),
    Projeto EMATER
    Aprovação da SEAB
    Aprovação dos agentes financeiros conveniados (Banco Brasil, Sicredi e Cresol).